terça-feira, 17 de novembro de 2009

Trabalhos sobre "utopias"

Neste semestre de 2009.2 propus aos alunos das disciplinas de Geografia Política e Geografia Humana e Econômica, dos cursos de Geografia e Ciências Sociais, respectivamente, pesquisar sobre as "utopias", os sonhos e ideais presentes na origem (formação) de seus locais de origem (localidade, distrito, município, etc) e quais seriam hoje essas utopias. Partimos de um dos capítulos do livro "Espaços de Esperança" de David Harvey como referencial teórico e porque não dizer metodológico. As propostas foram as mais diversas a partir de então, muitas dúvidas, que suscitaram debates interessantes sobre a relação do espaço com esse ente deslocado da geografia, a esperança, o sonho, tão bem recolocado na mesma por Harvey. Interessante como trabalhar com temas as vezes inóspitos aos geógrafos e também aos cientistas sociais gera inicialmente um medo extremo: "Professor, minha cidade não tem nada demais! Não tem fonte de pesquisa, esse negócio é muito difícil de fazer." Coisas deste tipo surgiram no início, mas depois começaram a chegar outras notícias do front: "Professor, não sabia que na minha cidade tinha acontecido isto, que tínhamos isso e minha localidade...". As coisas começaram a se tornar mais palpáveis, embora o tema fosse bem subjectivo. Esboços de pesquisa desanuviando a realidade as vezes tão previsível. Ficou definido que as formas de apresentação do resultado final seriam livres: escrito, falado, encenado, filmado, postado (blogs). Alguns resultados começaram a aparecer através de dois blogs criados pelos alunos: Geógrafos de Tiangua, blog sobre Tianguá e Território sobre temas mais epstemológicos. Ambos estão nos links deste blog, vale a pena dar uma olhada. Existem ainda propostas de vídeos e esquetes teatrais para a apresentação de trabalhos, vamos esperar pra ver. Postarei aqui os trabalhos ao final das disciplinas. Ao final quero que estes trabalhos, primeiro, tirem as pessoas de suas posições e busque pesquisar: faz bem a pele. Segundo, um objectivo mais pessoal, conhecer coisas e situações que possam enriquecer a minha e a vida dos alunos. Terceiro, ter resultados que possam ser trabalhados posteriormente, no próximo semestre, dependendo dos resultados alcançados neste.

2 comentários:

Delcione Castro disse...

Ah foi mesmo pessoal!eu participei dessa façanha...e posso afirmar que de início foi muito difícil...até ter que ir buscar relatos em campo ...foi aí onde as idéias começaram a surgir...e posso garantir uma coisa!Foi muito interessante... descobri várias coisas a respeito de meu município de origem que me deixou muito orgulhosa(a índia Lucrecia por exemplo)...sendo que esse trabalho respondeu até as minhas dúvidas sobre as questões políticas que agora sei que são utopicas e históricas...valew Nicolai!!!!!

Delcione Castro

GeoTianguá disse...

Eu tambem participei, e sou o autor do blog 'geografos tiangua' que mudou de nome e agora é "tiangua geografico" e o novo endereço é este www.tianguageografico.blogspot.com
valeu... e não deixem de visitar.
ass. claudimar fontinele